Cantos da Terra - Tradições Portuguesas - www.cantosdaterra.net
Letras de músicas - Secção de impressão - Imprimir esta letra


A Irmandade dos Sonhos
Amélia Muge
Letra: Amélia Muge
Música: Amélia Muge

 
os irmãos são grandes mas as casas não
os pais e as mães, ficam ao portão
ficam os amigos e os namorados
os tios e primos, solteiros, casados

gritar e sentir que estamos lá dentro
é o que a gente gosta viva o sentimento
dá protagonismo ver e ser-se visto
quem diz que não vamos nós lucrar com isto

aplausos, aplausos que grande emoção
o poder agora já é nosso irmão
anda a nosso mando entra casa dentro
aplaudindo os outros co´a gente no centro

brincar às casinhas brincar às bonecas
de carne e ossinho são tão bonitinhas
dizem mãe, papá mais umas coisinhas
ai mexem tão bem as mãos, as perninhas

aplausos, aplausos brincámos tão bem
o tempo acabou e eu vou escolher quem
quer saiam quer fiquem são reis a fingir
os contos de fadas já morrem a rir

depois de uns mesitos muda-se a casinha
e metem-se lá outros bonequitos
e o resto é inveja pois claro, pois claro
não há melhor conto do que o do vigário

descobriu-se finalmente dos sonhos a irmandade
mandamos nas audiências tudo aqui é só verdade
e quem dá e tira ao inferno já não gira

© 2003-2024 Cantos da Terra | todos os direitos reservados
www.cantosdaterra.net