Cantos da Terra - Tradições Portuguesas - www.cantosdaterra.net
Letras de músicas - Secção de impressão - Imprimir esta letra


Cabaré
Alfredo Marceneiro
Letra: Henrique Rêgo
Música: Alfredo Marceneiro

 
foi num cabaré de feira, ruidoso
que uma vez ouvi cantar, comovido
uma canção de rameira, sem ter gozo
que depois me fez chorar, bem sentido

era a canção da alegria, couplé novo
mas a pobre que a cantava, eu bem a vi
naquela noite sorria, para o povo
e ao mesmo tempo chorava, para si

é que a linda cantadeira, tão formosa
mais linda do que ninguem, certamente
sentia a dor traiçoeira, rancorosa
a magoar-lhe o peito de mãe, cruelmente

tinha um filhinho doente, quase á morte
e a pobre ganhava a vida, só de fel
cantando a rir tristemente, por má sorte
uma canção de perdida, bem cruel

© 2003-2024 Cantos da Terra | todos os direitos reservados
www.cantosdaterra.net