Cantos da Terra - Tradições portuguesas.
Personagens carismáticos da história de Portugal
Listagem simples
Listagem com fotografia

20 Personagens + lidos
20 Personagens - lidos

O seu donativo ajuda-nos a manter as tradições portuguesas online
Um espaço de consulta gratuita há mais de 18 anos.
Clique para ligar rádio
- Poderá continuar a navegar.

 
 • Letras de: José Afonso (Zeca).

2564 letras disponíveis para consulta

(estas letras no seu site...clique aqui!)
 
««« Voltar | Versão de impressão Versão para impressão
 
José Afonso (Zeca) - Gastão era perfeito
Letra de: José Afonso
Música de: José Afonso
 
gastão era perfeito
conduzido por seu dono
em sanolências afeito
às picadas dos mosquitos

era gastão milionário
vivia em tapetes raros
se lhe viravam as costas
chamava logo a polícia

em crises de malquerência
vinha-lhe o gosto pela soda
mas ninguém se abespinhava
que enviuvasse às ocultas

nem gastão se apercebia
de quanto a vida o prendara
entre estiletes de prata
e colchas de seda fina

gastão era deste jeito
fazia provas reais
gastão era um parapeito
de papas e cardeais

vinha-lhe só por fastio
nos tiquetaques da vida
um solene desfastio
pela mãe que era entrevada

mandava bombons recados
por mensageiros aflitos
não fora gastão dos fracos
e já seria ministro

conheci-o em alverca
num bidon de gasolina
tinha um pneu às avessas
mas de asma é que sofria

nos solestícios de junho
a quem o quisesse ouvir
di?ia que era sobrinho
do fernão peres de trava

querem saber de gastão?
vão ao palácio da pena
usa agora capachinho
e gosta de codornizes

tem um sinal que o indica
como o mais forte doutor
espeta o dedo no queixo
e diz que é nosso senhor
 
 
««« Voltar | Versão de impressão Versão para impressão
 
 
Outras letras de: José Afonso (Zeca)
•  Qualquer Dia
• A acupunctura em Odmira
• A Cidade
• A formiga no carreiro
• A Morte saiu à rua
• A Mulher da Erva
• A presença das formigas
• Achégate a Mim, Maruxa
• Adeus Ó Serra da Lapa
• Agora
• Ailé Ailé
• Ailé! Ailé!
• Alegria da Criação
• Ali está o rio
• Alípio de Freitas
• Altinho
• Altos Castelos
• Amor de Estudante
• Arcebispada
• As noivas dos bilros
• As Pombas
• As Sete Mulheres do Minho
• Avenida de Angola
• Bailia
• Balada Aleixo
• Balada do Outono
• Balada do sino
• Benditos
• Canção da paciência
• Canção de embalar
• Canção do Desterro (Emigrantes)
• Canção do Mar
• Canção do Vai... e Vem
• Canção Longe
• Canta Camarada
• Canta o Colie
• Canta o juiz
• Cantar alentejano
• Cantares de Andarilho
• Cantiga do Monte

 
 
Com vento se limpa o trigo, e os vícios com castigo.


 

 

© 2003-2024 Cantos da Terra - Todos os direitos reservados.
15645743 páginas visitadas - 58 visitantes ligados
Contacte-nos