Cantos da Terra - Tradições portuguesas.
Personagens carismáticos da história de Portugal
Listagem simples
Listagem com fotografia

20 Personagens + lidos
20 Personagens - lidos

O seu donativo ajuda-nos a manter as tradições portuguesas online
Um espaço de consulta gratuita há mais de 18 anos.
Clique para ligar rádio
- Poderá continuar a navegar.

 
 • Letras de: José Afonso (Zeca).

2564 letras disponíveis para consulta

(estas letras no seu site...clique aqui!)
 
««« Voltar | Versão de impressão Versão para impressão
 
José Afonso (Zeca) - Foi na cidade do Sado
Letra de: José Afonso
Música de: José Afonso
 
foi na cidade do sado
no pavilhão do naval
havia uma bronca armada
pelas bestas do capital

aos sete do mês de março
quinta-feira já se ouvia
dizer a boca calada
que o ppd era a cia

uma tarjeta laranja
convite ao povo fazia:
venham todos ao comício
da social democracia

eram talvez quatrocentos
gritando a plenos pulmões:
abaixo o capitalismo
não queremos mais tubarões

lá dentro sessenta manos
do ppd exibiam
matracas e armas de fogo
e o mais que os outros não viam

a um sinal combinado
já quente a polícia vem
arreia, polícia, arreia
que o totta-acores paga bem

amigo arrebenta a porta
que te vão para matar
as bestas já fazem fogo
lá fora tens de lutar

os gases lacrimogénios
e os tiros que então partia
mais os cordões da polícia
os pê pê dês protegiam

cai morto joão manuel
de nascimento algarvio
dezoito já eram feridos
ficou o naval vazio

justiça pela noite fora
pediu o povo na rua
morte à polícia assassina
amigo a vitória é tua

aos onze do mesmo mês
às onze horas do dia
enquanto o joão passava
enquanto o joão jazia

do outro lado do rio
morre o soldado luís
soldado filho do povo
vamos fazer um país
 
 
««« Voltar | Versão de impressão Versão para impressão
 
 
Outras letras de: José Afonso (Zeca)
•  Qualquer Dia
• A acupunctura em Odmira
• A Cidade
• A formiga no carreiro
• A Morte saiu à rua
• A Mulher da Erva
• A presença das formigas
• Achégate a Mim, Maruxa
• Adeus Ó Serra da Lapa
• Agora
• Ailé Ailé
• Ailé! Ailé!
• Alegria da Criação
• Ali está o rio
• Alípio de Freitas
• Altinho
• Altos Castelos
• Amor de Estudante
• Arcebispada
• As noivas dos bilros
• As Pombas
• As Sete Mulheres do Minho
• Avenida de Angola
• Bailia
• Balada Aleixo
• Balada do Outono
• Balada do sino
• Benditos
• Canção da paciência
• Canção de embalar
• Canção do Desterro (Emigrantes)
• Canção do Mar
• Canção do Vai... e Vem
• Canção Longe
• Canta Camarada
• Canta o Colie
• Canta o juiz
• Cantar alentejano
• Cantares de Andarilho
• Cantiga do Monte

 
 
Na casinha portuguesa, pão e vinho sobre a mesa.


 

 

© 2003-2024 Cantos da Terra - Todos os direitos reservados.
15645971 páginas visitadas - 59 visitantes ligados
Contacte-nos