Cantos da Terra - Tradições portuguesas.
Personagens carismáticos da história de Portugal
Listagem simples
Listagem com fotografia

20 Personagens + lidos
20 Personagens - lidos

O seu donativo ajuda-nos a manter as tradições portuguesas online
Um espaço de consulta gratuita há mais de 18 anos.
Clique para ligar rádio
- Poderá continuar a navegar.

 
 • Letras de: Sérgio Godinho.

2564 letras disponíveis para consulta

(estas letras no seu site...clique aqui!)
 
««« Voltar | Versão de impressão Versão para impressão
 
Sérgio Godinho - Emboscadas
Letra de: Sérgio Godinho
Música de: Sérgio Godinho
 
foste como quem me armasse uma emboscada
ao sentir-me desatento
dando aquilo em que me dei
foste como quem me urdisse uma cilada
vi-me com tão pouca coisa
depois do que tanto amei

resgatei o teu sorriso
quatro vezes foi preciso
por não precisares de mim
e depois, quando dormias
fiz de conta que fugias
e que eu não ficava assim
nesta dor em que me vejo
de nos ver quase no fim

foste como quem lançasse as armadilhas
que se lançam aos amantes
quando amar foi coisa em vão
foste como quem vestisse as mascarilhas
dos embustes que se tramam
ao cair da escuridão

resgatei o teu carinho
quatro vezes fiz o ninho
num beiral do teu jardim
e depois já em cuidado
vi no espelho do passado
a tua imagem de mim
e esta dor em que me vejo
de nos ver quase no fim

foste como quem cumprisse uma vingança
que guardava às escuras
esperando a sua vez
foste como quem me desse uma bonança
fraquejando à tempestade
de tão frágil que se fez

resgatei o teu ciúme
quatro vezes deitei lume
ao teu corpo de marfim
e depois, como uma espada
pousei na terra queimada
o meu ramo de alecrim
e esta dor em que me vejo
de nos ver quase no fim.
 
 
««« Voltar | Versão de impressão Versão para impressão
 
 
Outras letras de: Sérgio Godinho
• A Barca dos Amantes
• A Boca do Lobo
• A Carolina
• A Carroça dos Poetas
• A Face Visível Da Lua
• A linda Joana
• A Minha Cachopa
• A Noite Passada
• A Paixão do velho Pires, o Marinheiro
• A Última Sessão
• A Vida É Feita de Pequenos Nadas
• A-A-E-I-O
• Aguenta Aí
• Alice No País Dos Matraquilhos
• Amores de Marta
• Antes o Poço da Morte
• Aos Amores
• Aprendi a Amar
• Arranja-me um emprego
• As Armas do Amor
• As Certezas do Meu Mais Brilhante Amor (Coisas do Amor I)
• As Dúvidas do Gaspar
• As Horas Extraordinárias
• Assim Como Um Postal Para o Canadá
• Até Domingo Que Vem
• Bacalhau Basta
• Balada da Rita
• Balada das Descobertas
• Barnabé
• Bate Coração
• Benvindo Sr. Presidente
• Bíblias de um Deus Ateu
• Bico Calado
• Bom Prazer
• Canção dos abraços
• Canção dos palhaços
• Cantiga da Velha Mãe e dos Seus Dois Filhos
• Cantiga do Camolas
• Cão Raivoso
• Caramba

 
 
Ninguém se ria com o mal do vizinho, que o seu pode vir a caminho.


 

 

© 2003-2024 Cantos da Terra - Todos os direitos reservados.
15656945 páginas visitadas - 20 visitantes ligados
Contacte-nos