Cantos da Terra - Tradições portuguesas.
Personagens carismáticos da história de Portugal
Listagem simples
Listagem com fotografia

20 Personagens + lidos
20 Personagens - lidos

O seu donativo ajuda-nos a manter as tradições portuguesas online
Um espaço de consulta gratuita há mais de 18 anos.
Clique para ligar rádio
- Poderá continuar a navegar.

 
 • Letras de: Sérgio Godinho.

2564 letras disponíveis para consulta

(estas letras no seu site...clique aqui!)
 
««« Voltar | Versão de impressão Versão para impressão
 
Sérgio Godinho - Alice No País Dos Matraquilhos
Letra de: Sérgio Godinho
Música de: Sérgio Godinho
 
mãe fora, (em que avenida?)
olhos que a perseguem, pagam, comem
pai dentro, lambendo a ferida
com que o desemprego marca um homem
e o irmão na caserna
puxando às armas brilhos
e alice no café
habitante do país dos matraquilhos

na classe dos repetentes
hoje vai haver mais uma falta
alice cerra os dentes
vendo a bola que no ar ressalta
quer lá saber do exame
quer lá saber da escola
aguenta no arame
matraquilho nunca cai ao ir à bola

alice no país dos matraquilhos é mais
do que no bairro onde vive, tem-te-não-cais

há também leonor
libertada da prisão há meses
dizem que é por amor
que olha tanto por alice às vezes
pousa-lhe a mão na cara
protege-a de sarilhos
alice nem repara
viajou para o país dos matraquilhos

e o irmão na caserna
cambaleia entre a cerveja e a passa
tem o sargento à perna
o tal que compara a guerra à caça
faz tempo que descobre
que é um matraquilho mais
soldadinho de cobre
matraquilho no país dos generais
alice no país dos matraquilhos é mais
do que no bairro onde vive, tem-te-não-cais

quando se cai na lama
ninguém pára pra nos levantar
alice! o pai reclama
a mãe não veio pra jantar
e os insultos, noite fora
desvia-os em chorrilhos
alice nunca chora
adormece no país dos matraquilhos

e a mãe no "bar do amor"
passa as horas na conversa mole
espera o seu protector
e que o seu corpo a ele enfim se cole
não é que não recorde
os que deixou em casa
mas eis que chega o ford
e dentro vem o seu pavão de anel na asa

alice no país dos matraquilhos é mais
do que no bairro onde vive, tem-te-não-cais

entra então no café
um rapaz de capacete em punho
fica-se ali de pé
escreve num papel um gatafunho
e a alice lê, surpresa
frases que são rastilhos
"como vai sua alteza,
a rainha do país dos matraquilhos?"

"e tu ainda és o rei?
será que voltastes em meu auxilio?"
"a bem dizer, já não sei
há tantos anos que ando no exílio..."
"vamos a um desafio?"
"atira tu primeiro"
"a vida está por um fio
para quem é deste bairro prisioneiro"

o café que ali houve
é uma loja com ares de modernice
e nunca mais ninguém soube
(a não ser a leonor) da alice
"aqui vai, leonor
a foto dos meus dois filhos
se reparares melhor
têm pinta assim, sei lá, de matraquilhos"

alice no país dos matraquilhos é mais
 
 
««« Voltar | Versão de impressão Versão para impressão
 
 
Outras letras de: Sérgio Godinho
• A Barca dos Amantes
• A Boca do Lobo
• A Carolina
• A Carroça dos Poetas
• A Face Visível Da Lua
• A linda Joana
• A Minha Cachopa
• A Noite Passada
• A Paixão do velho Pires, o Marinheiro
• A Última Sessão
• A Vida É Feita de Pequenos Nadas
• A-A-E-I-O
• Aguenta Aí
• Alice No País Dos Matraquilhos
• Amores de Marta
• Antes o Poço da Morte
• Aos Amores
• Aprendi a Amar
• Arranja-me um emprego
• As Armas do Amor
• As Certezas do Meu Mais Brilhante Amor (Coisas do Amor I)
• As Dúvidas do Gaspar
• As Horas Extraordinárias
• Assim Como Um Postal Para o Canadá
• Até Domingo Que Vem
• Bacalhau Basta
• Balada da Rita
• Balada das Descobertas
• Barnabé
• Bate Coração
• Benvindo Sr. Presidente
• Bíblias de um Deus Ateu
• Bico Calado
• Bom Prazer
• Canção dos abraços
• Canção dos palhaços
• Cantiga da Velha Mãe e dos Seus Dois Filhos
• Cantiga do Camolas
• Cão Raivoso
• Caramba

 
 
Se você quer manter limpa a sua cidade, comece varrendo diante de sua casa.


 

 

© 2003-2024 Cantos da Terra - Todos os direitos reservados.
15780078 páginas visitadas - 157 visitantes ligados
Contacte-nos