Cantos da Terra - Tradições portuguesas.
Personagens carismáticos da história de Portugal
Listagem simples
Listagem com fotografia

20 Personagens + lidos
20 Personagens - lidos

O seu donativo ajuda-nos a manter as tradições portuguesas online
Um espaço de consulta gratuita há mais de 18 anos.
Clique para ligar rádio
- Poderá continuar a navegar.

 
 • Letras de: Amélia Muge.

2564 letras disponíveis para consulta

(estas letras no seu site...clique aqui!)
 
««« Voltar | Versão de impressão Versão para impressão
 
Amélia Muge - Quem à janela
Letra de: Amélia Muge
Música de: Amélia Muge
 
ninguém sabe por que fados
os ventos sopram sozinhos
às janelas da saudade
arrastando tempestades
que nos fustigam as carnes
desfazendo com uivados
o que foi a nossa imagem
resto de nós, quase aragem
à janela
à janela
à janela


e haverá um lugar
onde toda esta colheita
de razões mais que maduras
fermente enfim descansada
desfazendo até ao osso
este esboço de pureza
desfeito em água mirada
que está aonde e é o quê
à janela
à janela
à janela


bato ao postigo, à vidraça
responde o eco, batendo
não sei se lá está alguém
ou não quer, não pode ouvir-me
quisera eu estar lá dentro
e fora também, batendo
quisera eu ser alívio
p´ra nosso alívio encontrar
à janela
à janela
à janela
 
 
««« Voltar | Versão de impressão Versão para impressão
 
 
Outras letras de: Amélia Muge
• A Irmandade dos Sonhos
• A Monte I
• O Encontro
• O Fado da Sereia
• Quem à janela
• Se não tenho outra voz
• Sono de ser

 
 
Pais impertinentes fazem filhos desobedientes.


 

 

© 2003-2024 Cantos da Terra - Todos os direitos reservados.
15828644 páginas visitadas - 91 visitantes ligados
Contacte-nos