Cantos da Terra - Tradições portuguesas.
Personagens carismáticos da história de Portugal
Listagem simples
Listagem com fotografia

20 Personagens + lidos
20 Personagens - lidos

O seu donativo ajuda-nos a manter as tradições portuguesas online
Um espaço de consulta gratuita há mais de 18 anos.
Clique para ligar rádio
- Poderá continuar a navegar.

 
 • Letras de: Alfredo Marceneiro.

2564 letras disponíveis para consulta

(estas letras no seu site...clique aqui!)
 
««« Voltar | Versão de impressão Versão para impressão
 
Alfredo Marceneiro - O Testamento da Mariquinhas
Letra de: Dr. Lopes Víctor
Música de: Indisponível
 
a mariquinhas p´rós céus
partiu sem as tamanquinhas
deixou a guitarra a deus
e à moirama as tabuinhas
caiu chuva, fortemente,
num beco da mouraria
d´onde o sol, por ironia,
também quiz estar ausente.
dos lábios de tanta gente
crente, e mesmo os ateus,
encomendaram a deus
a alma da pecadora
e lá foi, naquela hora,
a mariquinhas p´rós céus

fazer milagre, quiz deus,
em trazer ao funeral
um escol fenomenal
d´alguns nobres e plebeus.
o conde; o roque; o mateus;
o custódia e o ginguinhas,
choraram a mariquinhas
essa figura lendária,
que à procura da cesária
partiu sem as tamanquinhas

e a cigarra cantadeira
não fará mais gorgeios,
gorgeando os seu anseios
no fado à sua maneira.
na rua da amendoeira
andam jám os fariseus
a pregar, feitos judeus,
com fingido sentimento
que ela, no testamento,
deixou a guitarra a deus


no cofre, já tão falado,
ficaram as rendas finas,
muitos laços, as cortinas,
e um lençol todo bordado
e tudo foi averbado,
p´ra deixar às mais velhinhas,
no fado velhas rainhas
que lá viram exarado:
eu deixo o meu chaile ao fado
e à moirama as tabuinhas.
 
 
««« Voltar | Versão de impressão Versão para impressão
 
 
Outras letras de: Alfredo Marceneiro
• A Casa da Mariquinhas
• Amor de mãe
• Amor é água que corre
• Bairros de Lisboa
• Bêbado pintor
• Cabaré
• Conceito
• Depois do Leilão
• Despedida
• Fado bailado
• Fado cravo
• Fado da balada
• Já sabem da Mariquinhas
• Janela da vida
• Laranjeira florida
• Lembro-me de ti
• Menina do mirante
• Mocita dos caracois
• O Leilão da Mariquinhas
• O louco
• O Marceneiro
• O pagem
• O Pierrot
• O remorso
• O Testamento da Mariquinhas
• Tricana
• Viela

 
 
Em Agosto, nem sardinhas nem mosto.


 

 

© 2003-2024 Cantos da Terra - Todos os direitos reservados.
15848178 páginas visitadas - 77 visitantes ligados
Contacte-nos