Cantos da Terra - Tradições portuguesas.
Personagens carismáticos da história de Portugal
Listagem simples
Listagem com fotografia

20 Personagens + lidos
20 Personagens - lidos

O seu donativo ajuda-nos a manter as tradições portuguesas online
Um espaço de consulta gratuita há mais de 18 anos.
Clique para ligar rádio
- Poderá continuar a navegar.

 
 • Letras de: Mafalda Veiga.

2564 letras disponíveis para consulta

(estas letras no seu site...clique aqui!)
 
««« Voltar | Versão de impressão Versão para impressão
 
Mafalda Veiga - O Menino da sua mãe
Letra de: Fernando Pessoa
Música de: Mafalda Veiga
 
no plaino abandonado
que a morna brisa aquece,
de balas trespassado
- duas de lado a lado -
jáz morto e arrefece.

raia-lhe a farda o sangue.
de braços estendidos,
alvo, louro, exangue,
fita com olhar langue
e cego os céus perdidos.

tão jovem! que jovem era!
(agora que idade tem?)
filho único a mãe lhe dera
um nome e o mantivera:
"o menino da sua mãe".

caía-lhe da algibeira
a cigarreira breve.
dera-lhe a mãe está inteira
e boa a cigarreira.
ele é que já não serve.

de outra algibeira alada
ponta a roçar o solo
a brancura embainhada
de um lenço ...deu-lho a criada
velha que o trouxe ao colo.

lá longe, em casa, há a prece:
"que volte cedo e bem!"
(malhas que o império tece!)
jáz morto e apodrece

o menino de sua mãe.
 
 
««« Voltar | Versão de impressão Versão para impressão
 
 
Outras letras de: Mafalda Veiga
• A fantasia (tem brilhos como as estrelas)
• Baile
• Baile
• Balada de un Soldado
• Cada Lugar Teu
• Cada Lugar Teu
• Canção de Macau
• Charco
• Cidade
• Coisas Dispersas
• Cúmplices
• Dança da terra
• Em toda a parte
• Enquanto Houver
• Escuro e Luar
• Ficar mais perto
• Fim do Dia (No lado quente da Saudade)
• Fonte dos Deuses
• Fragilidade
• Gente Perdida
• Grito
• Ilha
• Lado (a lado)
• Lenda de Uma Cigana
• Lisboa de mil amores
• Llovzina
• Me Escapé Con Mi Guitarra
• Nalgum Lugar Perdido
• Nazaré
• No fundo dos teus olhos
• No Rasto de Sol
• Nós
• O Bêbado Pintor
• O Lume
• O Menino da sua mãe
• O meu Abrigo
• O Nome do Sal
• Outro dia que amanhece
• Ouve-se o mar
• Passos

 
 
Quem não debulha em Agosto, debulha com mau rosto.


 

 

© 2003-2024 Cantos da Terra - Todos os direitos reservados.
15838950 páginas visitadas - 173 visitantes ligados
Contacte-nos