Cantos da Terra - Tradições portuguesas.
Personagens carismáticos da história de Portugal
Listagem simples
Listagem com fotografia

20 Personagens + lidos
20 Personagens - lidos

O seu donativo ajuda-nos a manter as tradições portuguesas online
Um espaço de consulta gratuita há mais de 18 anos.
Clique para ligar rádio
- Poderá continuar a navegar.

 
Açude - Original de João Frazão que integra o CD coletivo CAVAQUINHOS.PT editado pela A. C. Museu Cavaquinho e distribuido pela TRADISOM.
Adquira aqui: https://tradisom.com/cavaquinhos-pt
Monumentos
Forte de Vila Nova de Milfontes
Forte de Vila Nova de Milfontes
(Forte de São Clemente)


Forte construído em 1552 dada a frequência de ataques de corsários. Fica ao lado da praia do rio, na foz do rio Mira. Actualmente é uma unidade hoteleira.
[Ler mais...]

Castelo e Muralhas de Moura
O Castelo de Moura vive com a cidade desde tempos remotos. Alvo de reconstruções várias, restam hoje em sofrível estado de conservação a Torre de Menagem e alguns torreões incluindo a Torre de Taipa de origem árabe.

Das Muralhas, construidas no final do séc. XVII, apenas restam alguns breves troços, dos quais o mais significativo é o que...
[Ler mais...]

Torre de Atalaia Magra
Pitoresca torre do séc. XIV, situada entre olivais a um par de quilómetros da cidade de Moura, constituía juntamente com outras três (Atalaia Gorda, Atalaia da Casinha e Atalaia de Porto Mourão) a primeira linha de vigilância contra o inimigo castelhano.
[Ler mais...]

Castelo da Feira
Não há hoje a mais pequena dúvida de que o Castelo de Santa Maria da Feira, tal como o vemos e conhecemos, representa a última de uma longa série de construções que, naquele mesmo local, se foram sucedendo durante centenas ou milhares de anos, como guardiãs dos bens das populações que nas suas vizinhanças se estabeleciam.

Mas se a arqueo...
[Ler mais...]

Castelo de Porto de Mós
Breve História do Castelo de Porto de Mós
A inicial atalaia mourisca do rei mouro Oumar deu lugar ao castelo de Porto de Mós, conquistada por D. Afonso Henriques em 1148, pois era necessário proteger a norte, as terras adquiridas na altura cristã e, conquistar a sul as de Santarém até ao Tejo.

Marco histórico, o castelo teve ...
[Ler mais...]

Castelo de Arnóia
O Castelo de Arnóia, também conhecido como Castelo dos Mouros ou Castelo de Moreira, ergue-se na povoação e Freguesia de Arnóia, concelho de Celorico de Basto, Distrito de Braga, em Portugal.

Ergue-se sobre um maciço de pedra, em posição dominante sobre a povoação que outrora foi a sede do Concelho com Casa da Câmara, Pelourinho e Cadeia...
[Ler mais...]

Forte da Ilha do Pessegueiro
Parece existirem evidências de que os Cartagineses se estabeleceram na ilha ainda antes da II Guerra Púnica (218-202 a. C.).
Na época Romana (entre meados do século I d. C. e o século V d. C.) a ilha foi um centro produtor de preparados de peixe. Deste período, para lá dos vestígios dos tanques de salga (recentemente postos a descoberto), ter...
[Ler mais...]

Ponte da Ajuda
(Ou Ponte de N.ª Sr.ª da Ajuda, ou Ponte de Olivença)

A Ponte da Ajuda é uma ponte fortificada, com um torreão a meio, que ligava Elvas a Olivença. É constituída por dezanove arcos.

Durante a Guerra da Sucessão Espanhola (século XVIII), foi dinamitada pelo exército Castelhano, ficando assim interrompida a única ligação entre O...
[Ler mais...]

Fortaleza de Armação de Pêra
Terá existido uma antiga fortaleza para defesa contra piratas. A partir das ruínas foi edificado o Forte Novo, o qual foi restaurado no século XVIII.
[Ler mais...]

Torre de Menagem
A torre de menagem é o que resta do castelo de Braga. Das muralhas, subsistem ainda algumas ruínas, na sua maior parte bastante modificadas.

Esta torre terá sido mandada construir pelo rei D. Fernando, pelo que é igualmente chamada Torre de D. Fernando. Muitas das pedras que a compõem mostram claramente sinais particulares.

A ...
[Ler mais...]

Capela de S. Jerónimo
Construída em 1514, dentro dos terrenos da cerca dos Monges Jerónimos do Mosteiro de Santa Maria de Belém, a Capela de S. Jerónimo, de formas sóbrias e raro equilíbrio de volumes, é um monumento que impressiona todos os que o vêem pela primeira vez.

Esta Capela, de planta quadrangular, é rematada no topo por um cordão interrompido por q...
[Ler mais...]

Castelo de Lamego
Descrição
Planta poligonal irregular, com torre de menagem voltada a Oeste, de planta quadrada, com porta de acesso em nível superior, a c. de 2 m. do solo, possuindo pequenas frestas nos alçados e algumas fenestrações (aproveitando vãos antigos) e porta a nível térreo.

É ameada e de três pisos de madeira, comunicantes entre...
[Ler mais...]

Castelo de Vila Nova de Cerveira
Situada numa pequena elevação, serviria durante muitos anos para impedir a travessia do Rio Minho. D. Dinis aumentou a vila e a fortaleza, concedendo-lhe foral em 1321.

Em 1643 o Conde de Cerveira trataria de modernizar a linha defensiva, que ficaria com cinco baluartes.

[Ler mais...]

Fortim da Areosa (ou Fortim da Vinha)
O Fortim da Areosa foi construído para protecção da entrada do rio Lima e da cidade de Viana do Castelo, segundo as novas técnicas de defesa pós-Renascença, com o uso intensivo do canhão.

Situa-se na Praia do Norte, em localização destacada, a oeste do Monte de Santa Luzia.

[Ler mais...]

Praça Forte de Valença
Valença é uma das mais importantes praças fortes do país. A actual fortificação foi edificada no século XVII frente a Tui; no entanto, as suas raízes remontam à época Romana.

Com D. Afonso V, o nome da vila mudou de Contrasta ("A que fica em frente") para Valença ("a valente"). Pelos desenhos que D. Duarte d´Armas deixou, conclui-se que ...
[Ler mais...]

 
Biografias de artistas
Pedro Caldeira Cabral
PEDRO CALDEIRA CABRAL nasceu em Lisboa e começou a aprendizagem da guitarra portuguesa, da flauta e guitarra clássica com a idade de dez anos. Seus primeiros anos foram de estudo da musica clássica: em casa de seus pais escutava e tocava música barroca e musica dos compositores românticos alemães.

Com a idade de quinze anos, muda a orien...
[Ler mais...]

Júlio Pereira
Como multi-instrumentista, compositor e produtor, ao longo de 30 anos de carreira, Júlio Pereira tem norteado a sua preocupação artística por parâmetros que tomam como referência a universalidade das manifestações culturais.

O que, de forma nenhuma, contraria a importância do seu trabalho no âmbito da música tradicional portuguesa e da c...
[Ler mais...]

José Afonso (Zeca)
JOSÉ Manuel Cerqueira AFONSO dos Santos, filho de Maria das Dores e José Nepomuceno Afonso, nasceu em Aveiro, a 2 de Agosto de 1929. Durante a sua infância percorreu diversos lugares que passaram desde logo a constituir referências e constantes memórias - Aveiro, Angola, Moçambique, Belmonte.

No início dos anos 40, e até 1953, Coimbra f...
[Ler mais...]

Jorge Palma
Todos o conhecem de êxitos como Deixa-me Rir, Onde Estás Tu Mamã? (Canção de Lisboa) ou Bairro do Amor. Todos reconhecem o seu ar desgrenhado e a sua voz rouca. Mas poucos sabem que Jorge Palma tem uma carreira longa de 30 anos, que abrangeu o rock e a música de rua, e que a popularidade das suas canções só há bem pouco tempo começou a ter equivalê...
[Ler mais...]

Fausto
"Considero-me legítimo herdeiro de Edmundo Bettencourt e de Menano, que são os homens do fado de Coimbra. Toda a grande música que se faz hoje e que está preocupada em não abandonar a matriz da música tradicional começou em Coimbra, dentro das universidades. A que nasceu fora das universidades desembocou numa desgraça, mas isso é outra coisa, é mús...
[Ler mais...]

Carlos Paredes
«Enorme, desajeitado, com o seu eterno sorriso tímido de quem pede desculpa de existir. Sentou-se, aconchegou a guitarra a si, agarrou-se à guitarra e a guitarra a ele, passaram a ser um corpo único, um só tronco de música e de raiva, de sonho e de melodia, de angústia e de esperança, exprimindo por sons tanta coisa que nós não tínhamos palavras pa...
[Ler mais...]

Carlos do Carmo
Carlos Manuel de Ascenção Almeida, nascido em Lisboa em 1941, é o nome de registo do fadista Carlos do Carmo, que optou por este nome artístico em homenagem a sua mãe, Lucília do Carmo, uma das mais talentosas fadistas portuguesas de sempre.
Ainda novo, os pais enviaram Carlos do Carmo para a Suíça, onde viria a tirar três cursos que o habilit...
[Ler mais...]

Amália Rodrigues
Amália Rodrigues é hoje considerada uma das figuras mais importantes da história do fado, tendo atingido o estatuto de "ícone" nacional. Para muitos, simboliza a própria essência do fado, e mesmo da identidade portuguesa. A sua carreira artística, longa e muito produtiva, atravessa e marca toda a história do fado na segunda metade do século.
...
[Ler mais...]

Alfredo Marceneiro
Se fadista houve que, de modo absolutamente incontestável, marcou a história e a evolução do fado, ele foi Alfredo Duarte, marceneiro por profissão e Marceneiro de nome artístico. A sua longa carreira abrangeu praticamente todo o século XX e todas as diferentes fases por que o género passou, dos bailes de bairro, cafés de camareiras e retiros até à...
[Ler mais...]

António Chainho
Veterano guitarrista, o alentejano António Chainho tem sido um dos nomes mais activos na procura e criação de uma nova música que, partindo do fado, valoriza a guitarra portuguesa.

Natural de S. Francisco da Serra, perto de Santiago do Cacem, onde nasceu em 1938, António Chainho começou a tocar guitarra com o pai, que lhe deu algumas li...
[Ler mais...]

António Calvário
Nasceu longe, em Moçambique, António Calvário da Paz. Mais precisamente a 17 de Outubro de 1938. Mas para sempre será conhecido como António Calvário, um dos "Reis" da música ligeira portuguesa.

Aos 8 anos António veio viver para Portimão, onde a família fixou residência. Num colégio local fez a instrução primária e o 2° ciclo dos liceus...
[Ler mais...]

Adriano Correia de Oliveira
Foi, juntamente com José Afonso, o iniciador do movimento de renovação da música em Portugal que ficaria conhecido como "balada". Adriano será um dos criadores da nova matriz que domina criativamente a partir de meados da década de sessenta.
É ele mesmo que, consciente da importância do que estava a nascer, afirma à Flama, em Julho de 1969 "O ...
[Ler mais...]

José Moz Carrapa
Guitarrista dos grupos Circo da Vida, Sexo dos Anjos, Salada de Frutas, Ala dos Namorados, Ficções…

Colaboração em espectáculos ao vivo de: Amélia Muge, João Afonso Jorge Palma, Júlio Pereira, Rui Veloso, Sérgio Godinho...

Participação como guitarrista em discos de: Amélia Muge, António Variações, Banda do Casaco, Djurumani, D...
[Ler mais...]

Quarteto 1111
A história do Quarteto 1111 começa no Estoril, em 1967, quando Michel Pereira( cujo número de telefone termina em 1111) se junta a José Cid, António Moniz Pereira e Jorge Moniz Pereira.

Estreiam-se com um single ” A lenda de El-Rei D. Sebastião”, que consegue ser o primeiro disco português a tocar no programa de rádio ”Em Órbita”, até aí...
[Ler mais...]

Tomé de Barros Queirós
Possuindo uma bela voz de tenor, justamente aclamada pelo público e merecedora do tributo de muitos entusiastas, Tomé de Barros Queirós vai traçar um percurso artístico pouco vulgar em Portugal, marcado pelo prematuro abandono da carreira artística.

Homem pragmático e com ambições, Tomé de Barros Queirós trocará os palcos e os microfones...
[Ler mais...]

 
Personagens carismáticos da história de Portugal
Francisco Xavier da Silva Pereira
1º barão
1º visconde
1º conde das Antas

Tenente-general do exército, par do reino, vogal do Supremo Conselho de Justiça Militar, inspector-geral da arma de infantaria, governador-geral dos estados da Índia, deputado da nação ao congresso constituinte de 1837, etc. Nasceu em Valença a 14 Março de 1793, e faleceu em Lisboa a 20 d...
[Ler mais...]

D. Pedro José de Noronha
D. Pedro José de Noronha Camões de Albuquerque Moniz e Sousa
4.º conde de Vila Verde
3.º marquês de Angeja

Grande estadista, sucessor de toda a casa, senhorio de várias terras e comendas que teve seu pai.

Nasceu a 17 de Agosto de 1716, faleceu a 11 de Março de 1788. Era filho do 2.º marquês de Angeja e 3.º conde de V...
[Ler mais...]

Francisco da Silveira Pinto
Francisco da Silveira Pinto da Fonseca Teixeira
1.º conde de Amarante

Moço fidalgo com exercício na Casa Real e fidalgo cavaleiro; 9.º senhor donatário das Honras de Nogueira e S. Cipriano; senhor do morgado do Espírito Santo na vila de Canelas; comendador de Santa Marinha de Rio Frio da Carregosa, no bispado do Miranda, na ordem de...
[Ler mais...]

Augusto Manuel Alves da Veiga
Foi um dos republicanos que fizeram a revolta do Porto, em 31 de Janeiro de 1891.

Formou-se em direito na Universidade de Coimbra, no ano 1874, tendo feito o curso com a maior distinção; enquanto estudante deu sempre provas de grande inteligência e dedicação ao estudo, obtendo as classificações devidas aos seus méritos provados. Era ne...
[Ler mais...]

D. Leonor de Almeida
D. Leonor de Almeida Lorena e Lencastre
Condessa de Oeynhausen
7.ª condessa de Assumar
4.ª marquesa de Alorna

Notável poetisa, nasceu em Lisboa a 31 de Outubro de 1750, faleceu em Benfica a 11 de Outubro de 1839. Era filha primogénita do 2.º marquês de AIorna e 4.º conde de Assumar, D. João de Almeida Portugal, e de sua mu...
[Ler mais...]

D. João de Almeida Portugal
4.º conde de Assumar
2.º Marquês de Alorna

Oficial-mor da Casa Real, (vedor honorário da fazenda); comendador da comenda de Moreira na ordem de Cristo; capitão de cavalaria do exército, sócio da Academia da Historia Portuguesa.

Nasceu a 7 de Novembro de 1726; faleceu a 9 de Junho de 1802. Era filho do 3.º conde de Assumar...
[Ler mais...]

Luís Mousinho de Albuquerque
Coronel de engenharia, provedor da Casa da Moeda, governador civil na ilha da Madeira, e inspector-geral das obras públicas. N. em Lisboa a 16 de Junho de 1792. Era filho de João Pedro Mousinho de Albuquerque, desembargador do Paço, e de D. Luísa da Silva Guterres e Ataíde.

Luís Mousinho foi destinado a servir na ordem militar de S. Joã...
[Ler mais...]

Joaquim Mousinho de Albuquerque
Herói português, e militar destemido, contemporâneo.

Nasceu em 10 de Novembro de 1855. Era filho de José Diogo Mascarenhas Mousinho de Albuquerque, director dos telégrafos e faróis do reino, e neto de Luís da Silva Mousinho de Albuquerque, que tanto se distinguiu nas lutas civis de 1828 a 1846, sucumbindo neste ano, a 23 de Dezembro, na...
[Ler mais...]

Joaquim António de Aguiar
Estadista português.

Nasceu em Coimbra, a 24 de Agosto de 1792, faleceu a 26 de Maio de 1884. Era filho do cirurgião Xavier António de Aguiar e de D. Teresa Angélica de Aguiar.

Seguiu os estudos universitários e foi lente de Leis. Não herdou bens de fortuna, nem títulos nobiliários, porque seus pais eram de condição humild...
[Ler mais...]

D. Afonso VI
O Vitorioso, 22.º Rei de Portugal.

Nasceu em Lisboa, a 21 de Agosto de 1643; era filho 2.° de D. João IV e de D. Luísa de Gusmão, filha do duque de Medina Sidónia.

Tendo falecido seu irmão mais velho, o príncipe D. Teodósio, foi jurado herdeiro em 1653, e aclamado em 15 de Novembro de 1656, governando na sua menoridade a rain...
[Ler mais...]

D. António
Prior do Crato, filho do infante D. Luís, e neto de el-rei D. Manuel. Foi um dos pretendentes à coroa portuguesa, quando faleceu o cardeal rei D. Henrique.

Nasceu em Lisboa, em 1531, morreu em Paris a 26 de Agosto de 1595.

Sua mãe chamava-se Violante Gomes, de alcunha a Pelicana; era uma israelita por quem o infante D. Luís ...
[Ler mais...]

Diogo Cão
Navegador português, que, por duas vezes (1482 e 1484), foi mandado aos descobrimentos por D. João II.

Dirigiu-se para a Mina e daí para o Zaire. Depois de várias vicissitudes seguiu até à ponta dos Farilhões (serra Parda), a 22° 10´, de latitude Sul, donde regressou ao Zaire, que subiu, a fim de visitar o Rei do Congo.

Regres...
[Ler mais...]

Gonçalo Velho Cabral
Navegador e guerreiro português (séc. XV). Íntimo colaborador de Dom Henrique.

Introduziu famílias e gado nas ilhas de Santa Maria e São Miguel (Açores), das quais foi o primeiro capitão-donatário.

[Ler mais...]

João Gonçalves Zarco
Fidalgo cavaleiro da casa do infante D. Henrique, pertencente a uma família distinta.

Seguiu desde muito novo a carreira marítima, e por mais de uma vez exerceu o comando das caravelas, que guardavam as costas do Algarve. Quando o infante D. Henrique se lançou no caminho das explorações marítimas, João Gonçalves Zarco foi o primeiro que...
[Ler mais...]

Gil Eanes
Célebre navegador português, natural de Lagos, e o primeiro que se atreveu a afrontar os terrores do cabo Bojador.

Em 1483 partiu de Sagres com esse intuito mas voltou para traz, desanimado. O infante D. Henrique, porém conseguiu que ele se resolvesse a intentar de novo aquela empresa, lembrando-lhe o serviço que faria à pátria e à reli...
[Ler mais...]

 
Livro de visitas
Enviado por: Valeria Souto Maior
Rio de Janeiro Brasil

Estou muito feliz!
Foi por acaso que encontrei vocês.
Com muita curiosidade fui clicando cada pedacinho do link.
Chorei de emoção. Pude relembrar as conversas de minha infância.
Meus avós eram portugueses (Viana do Castelo, Vila Real, Sever do Vouga) e meus pais contam as recordações deles.
Emocionei quando li a biografia de D.Pedro IV, o nosso querido D. Pedro I. Ele é muito admirado no Brasil. Um Rei popular, integrado aos costumes do novo continente.
Revi locais que visitei em 1999, quando aí estive.
Hoje, também, sou portuguesa. Tenho dupla cidadania. Tornei oficial o meu amor por Portugal.
Parabéns! E ao Canto da Terra o agradecimento da emoção.

[Mais comentários...]    [Escrever comentário...]
 
 
 
Ave que canta demais não sabe fazer o ninho.


 

 

© 2003-2024 Cantos da Terra - Todos os direitos reservados.
15779935 páginas visitadas - 123 visitantes ligados
Contacte-nos