• Personagem: D. Antónia
 

D. Antónia

Infanta de Portugal, D. Antónia Maria Fernanda Micaela Gabriela Rafaela Francisca de Assis Ana Gonzaga Silvina Júlia Augusta, princesa de Hohenzollern Sigmaringen, filha da rainha D. Maria II e de el-rei D. Fernando, irmã dos falecidos monarcas D. Pedro V e D. Luís I, tia do actual soberano el-rei senhor D. Carlos.

N. em Lisboa, no paço das Necessidades, a 17 de Fevereiro de 1845;

senhora dotada dum carácter bondoso e finíssima educação, era estimada pelo povo português, assim como todos os filhos de D. Maria II. Casou em 12 de Setembro de 1860 com o príncipe Leopoldo, filho do príncipe de Hohenzollern, outrora reinante.

Este principado, incorporado hoje na Prússia, compõe-se de duas partes: o de Hechingen e o de Sigmaringen, que ficam nas proximidades do Danúbio. O príncipe Leopoldo, já falecido há anos, era irmão da rainha D. Estefânia, mulher de D. Pedro V. Seis dias depois do casamento, partiram os dois esposos para Alemanha, a bordo da corveta Bartolomeu Dias, do comando do infante D. Luís, que no fim do ano seguinte, 1861, sucedeu no trono pelo falecimento de seu irmão, el-rei D. Pedro V, sucedido a 11 de Novembro deste ano.

A princesa senhora D. Antónia, já no estado de viúva, visitou Lisboa no ano de 1887, onde desembarcou às 4 horas da tarde do dia 25 de Março. Teve uma recepção afectuosa e festiva. Estivera mais de vinte anos ausente de Portugal, vivendo no seu castelo de Sigmaringen, e, contudo, essa longa ausência não fez desmerecer o amor e a dedicação dos portugueses, que pesarosos a tinham visto deixar a pátria, tendo apenas dezasseis anos incompletos. Dizem que a princesa senhora D. Antónia vive inconsolável pela perda de seu marido e saudosa pela pátria, que estremecia. Os serviçais do castelo de Sigmaringen,

Segundo consta, tecia ordem de a informarem com referencia aos nomes e posição dos portugueses que passam ali, e que mesmo sem solicitarem audiência, ela toma a iniciativa de a conceder, procurando com todo o interesse saber notícias de Portugal, e deleitando-se em falar o idioma do país que lhe foi berço.

 
 
««« Voltar
 
 

 

© 2003-2017 Canto da Terra - Todos os direitos reservados.
Desenhado para IE 5.x - Resolução mínima: 1024x768.
9565130 páginas visitadas - 218 visitantes ligados
Contacte-nos