• Letras de: Popular Alentejo.

2564 letras disponíveis para consulta

(estas letras no seu site...clique aqui!)
««« Voltar | Versão de impressão Versão para impressão
 
Popular Alentejo - Ó patrão dê-me um cigarro
Letra de: Popular
Música de: Popular
 
ó patrão dê-me um cigarro
acabou-se o tabaco
e o trigo que eu hoje entarro
fumando dá mais um saco

canta o melro no silvado
e o rouxinol na ribeira
ó minha pombinha branca
quero ir à tua beira

quero ir à tua beira
quero viver a teu lado
rola o pombo na azinheira
canta o pardal no telhado

se a morte fosse interesseira
ai de nós o que seria
o rico comprava a morte
só o pobre é que morria.
 
 
««« Voltar | Versão de impressão Versão para impressão
 
 
Outras letras de: Popular Alentejo
• A Primavera do Outono
• A ribeira quando enche
• Abertura e Saias da Vila do Redondo
• Agora que eu vou cantar
• Alentejo És Nossa Terra
• Altinho
• Barrancos És Minha Terra
• Canta alentejano, canta
• Delicada da cintura
• Diz a laranja ao limão
• É Tão Grande o Alentejo
• Eu hei-de amar uma pedra
• Fui-te ver estavas lavando
• Menina estás à janela
• Não olhes pra mim não olhes
• Não quero que vás à monda
• Ó patrão dê-me um cigarro
• Oh que manto de tristeza
• Oliveira da serra
• Porque Me Não Vês Joana
• Rama da Olveira
• Romana
• Rouxinol Repenica O Cante
• Saias da Feira do S. Mateus
• Semear Salsa ao Reguinho
• Vai colher a rosa
• Vou dizer de donde sou
• Vou-me embora vou partir

 
 

 

© 2003-2019 Canto da Terra - Todos os direitos reservados.
Desenhado para IE 5.x - Resolução mínima: 1024x768.
10636450 páginas visitadas - 34 visitantes ligados
Contacte-nos