• Lendas
A lenda de Icário

Imprimir:Versão para impressão

Zona: - Lendas sobre o Vinho
««« Voltar
 

Uma lenda grega representa Icário, a quem, devido à sua equidade e justiça, Dionísio escolheu para ensinar à humanidade a arte de fazer o vinho. Foi ele que utilizou um odre feito de pele de cabra para o transportar (segundo Eratóstenes, foi à volta de um odre de vinho "que pela 1a vez os homens dançaram").

Para obedecer ao deus, Icário viajou até à Ática e deu a provar a nova bebida a vários pastores. Estes embriagaram-se e, julgando terem sido envenenados, assassinaram-no. Sua filha Erigona, esperou-o em vão; foi o seu fiel cão, Maera, que a conduziu ao local onde o tinham enterrado.

Erigona não resistiu ao desgosto: enforcou-se no pinheiro por baixo da qual jazia seu pai. Dionísio, apiedado, transformou-os em estrelas: Icário no Boieiro, Erigona na Virgem e Maera em Procion.

Nas cerimónias das vindimas, participando do culto de Dionísio, Icário, Erigona e Maera, eram adorados com libações.

 
««« Voltar
 
 
 

 

© 2003-2018 Canto da Terra - Todos os direitos reservados.
Desenhado para IE 5.x - Resolução mínima: 1024x768.
9750915 páginas visitadas - 76 visitantes ligados
Contacte-nos