• Lendas
Anacreonte

Imprimir:Versão para impressão

Zona: - Lendas sobre o Vinho
««« Voltar
 

Anacreonte, poeta cortesão que celebrava os prazeres do vinho e do amor com versos festivos e laudatórios, era oriundo de uma família jónica.
Passou quase toda a primeira parte da sua vida na corte de Polícrates, tirano de Samos.

Após a morte do seu protector instalou-se em Atenas.
Aos fragmentos conservados dos seus cinco livros (odes, canções, elegias, epigramas, etc.) há que acrescentar toda uma tradição («poesia anacreôntica») que canta os prazeres das musas e de Afrodite.

Segundo testemunhos antigos viveu até à idade de 85 anos e, de acordo com algumas lendas antigas, terá morrido engasgado com um cacho de uvas.

 
««« Voltar
 
 
 

 

© 2003-2018 Canto da Terra - Todos os direitos reservados.
Desenhado para IE 5.x - Resolução mínima: 1024x768.
10225846 páginas visitadas - 122 visitantes ligados
Contacte-nos