• Lendas
Lenda de Sandomil

Imprimir:Versão para impressão

Zona: Sandomil - Guarda
««« Voltar
 

Sandomil ficava pois na fronteira onde não cessavam os combates e as ciladas. Um dia em que a terra se encontrava com poucos homens, anunciou-se ao Senhor do Burgo que os árabes se preparavam para assaltar com um exército numeroso. Ouviu-os aquele com a maior serenidade e ordenou a todos que se apressassem com as suas armas para a defesa.

Reunido o concelho dos grandes da Vila, depois de cada um ter ouvido, disse:
Nem Sendo Mil para cada homem eu deixaria de combater tais perros. A voz teve eco nos peões e homens a cavalo e assim eles marcharam com grande alarido para a luta desigual. Os mouros ao dar com uma frente tão aguerrida e vendo que os contrários estavam de atalaia, fugiram espavoridos, julgando que formariam um exército superior ao deles.

A audaz façanha correu de terra em terra, a frase andou de boca em boca e os vilões começaram a ser conhecidos pelos de Sendo Mil.

Alguns velhos dão esta luta como acontecida entre duas famílias rivais, mas deste modo a lenda não teria valor. A lenda tem sempre um cunho de verdade e nesta ele está nas lutas desiguais que os da nossa terra sustentaram com todos os povos que lhes quiseram dar ordens, e se vencidos foram algumas vezes, foi a traição que os venceu.

 
««« Voltar
 
 
 

 

© 2003-2018 Canto da Terra - Todos os direitos reservados.
Desenhado para IE 5.x - Resolução mínima: 1024x768.
10220628 páginas visitadas - 66 visitantes ligados
Contacte-nos