• Biografia de: Fernando Curado Ribeiro
 

Fernando Curado Ribeiro

Uma das figuras mais populares do cinema e do teatro nacionais, galã de alguns dos filmes mais queridos do cinema português dos anos quarenta e cinquenta, pai da popular actriz Rita Ribeiro, não serão muitos aqueles que se recordam da faceta de cançonetista de Fernando Curado Ribeiro.

E, contudo, foi precisamente por aí que este popular actor iniciou a sua carreira - chegando até a obter um expressivo sucesso!

Nascido em Lisboa em 1919, Curado Ribeiro estreou-se precisamente como cantor em 1938. Era então o vocalista de um conjunto de curioso nome, os Excêntricos do Ritmo, que faziam parte do elenco da Emissora Nacional.

Mas Curado Ribeiro confessaria, anos mais tarde, que não levava a sério as cantigas. Olhos Negros é a canção emblemática da sua breve carreira de cantor, que, a partir de certa altura, começou a acumular com a de locutor radiofónico (primeiro na Emissora Nacional, depois no Rádio Clube Português).

Foi por intermédio da sua voz, aliás, que chegou ao cinema - durante a pré-produção do filme de Arthur Duarte^ Menina da Rádio, Curado Ribeiro foi escolhido para um papel que implicava também cantar.

Quis o acaso que, antes de A Menina da Rádio entrar em produção, o actor fosse substituir Igrejas Caeiro em O Costa do Castelo, que acabaria por marcar a verdadeira estreia no cinema de Curado Ribeiro. Que, ainda por cima, não gostava dos papéis românticos em que se ”especializou” durante algum tempo.

Depois de uma temporada passada no Congo Belga, regressou a Portugal em 1954 e só então se estreou como actor teatral, passando o resto da sua carreira a alternar com igual felicidade cinema, rádio, teatro e televisão. As canções, essas, ficaram definitivamente para trás.

 
 
««« Voltar
 
 

 

© 2003-2018 Canto da Terra - Todos os direitos reservados.
Desenhado para IE 5.x - Resolução mínima: 1024x768.
9962998 páginas visitadas - 50 visitantes ligados
Contacte-nos