• Biografia de: Adelaide Ferreira
 

Adelaide Ferreira

Adelaide Ferreira nasceu no dia 1 de Janeiro de 1960 em Minde. Aos 3 anos, mudou-se para as Caldas da Rainha, onde teve o seu primeiro contacto com as artes, ao substituir a sua irmã mais velha, Laurinda, numa peça infantil.

Em 1976 rumou para Évora, para participar no Curso de Formação de Actores Profissionais. Após um ano de curso, foi contratada pelo Grupo 4 do Teatro Aberto onde permaneceu durante três anos.

Em 1979 entra no filme "Kilas, o Mau da Fita" de José Fonseca e Costa, aparecendo na banda sonora a cantar o tema "Balada da Rita" e em 1980 consegue o seu primeiro papel como protagonista, na peça "Andorra", ao lado de António Rama.

Durante esse período gravou dois discos a solo pela mão de Paulo de Carvalho, um dos temas foi o grande êxito radiofónico "Meu Amor Vamos Conversar os Dois".

Com o grupo As Alegres Comadres, formado por Adelaide Ferreira, Mila Ferreira, Ana Bola e Helena Isabel, participa nas semi-finais do Festival da Canção de 1980.

Vai para o Algarve com o namorado, Luís Fernando, para cantar em bares. Quando volta a Lisboa é desafiada a gravar um disco. Assim, em 1981 é editado o single "Baby Suicida", tema composto por ela e por Luís Fernando num quarto de uma pensão. O disco vendeu mais de 20 mil exemplares.

O tema "A Tua Noite", lado b desse single, chega aos primeiros lugares do Top "Todos No Top" do programa TNT.

Ainda em 1981 foi editado o single "Bichos"/"Trânsito" de Adelaide Ferreira & Preço Fixo. Os Preço Fixo eram formados por Necas (bateria), Luís Fernando (Viola), Vasco (viola-baixo), Eduardo (teclas) e Carlos (viola-solo).

Chega a gravar um álbum para a editora Vimúsica mas que nunca seria editado devido a problemas contratuais.

Em 1983 é editado o máxi-single "Não Não Não".

Participa no Festival da canção de 1984 com o tema "Quero-Te, Choro-Te, Odeio-Te, Adoro-Te". Vence o prémio de interpretação mas o tema fica em 5º lugar. No mesmo ano alcança o segundo lugar no Festival da OTI, no México, com a música "Vem No Meu Sonho", da autoria de Luís Fernando. Foi convidada a gravar em espanhol pela Polygram espanhola mas esse projecto não se chegaria a concretizar.

Em 1985 representa Portugal no Festival da Eurovisão, que se realizou na Suécia, com "Penso em Ti (Eu Sei)".

O seu primeiro álbum, "Entre Um Coco e Um Adeus", com produção de Ramon Galarza, é editado em Maio de 1986. O disco apresentava uma música de sabor mais tropical. Os maiores sucessos deste disco foram "Papel Principal" e "Coqueirando".

Participa no filme "Ana" e nos anos seguintes colabora na famosa série "Duarte & Companhia".

Em 1989 volta ao estilo roqueiro com o mini-álbum "Amantes Imortais" ("Fast and Far" na versão inglesa). O disco foi gravado em França, no Studio du Palais des Congrés, com produção de Jean Louis Milford dos Century. O tema em maior destaque foi "Dava Tudo" (All The Tears We Cried" na versão inglesa).

Aparece na série "Grande Noite" de Filipe Lá Féria. Em 1991 faz locução, separadores, sinal horário e jingles cantados da Rádio Nostalgia. E em 1993 e 1994 faz locução para Tv e Rádio da revista "Marie Claire".

Em 1995 regressa aos discos com o álbum "O Realizador Está Louco". O disco incluía a balada "Alma Vazia". No ano seguinte participa no tema "Novo Amanhã" da iniciativa "Correr Contra A Sida".

Em 1998, a BMG lança o álbum "Só Baladas", que reúne as baladas antigas mais bonitas e seis inéditas. O primeiro single é uma nova versão de "Papel Principal" com a participação de Dulce Pontes. Outro dos convidados deste disco foi Fernando Girão.

Dois anos depois é editado o álbum "Sentidos", em que se destaca "Gostar de Alguém Assim", um original de Luís Pedro Fonseca, e "Ainda Te Sinto Tão Perto".

Nos anos seguintes participa como actriz em várias séries de televisão, taís como "Alves dos Reis", "Bastidores", "Segredo de Justiça" e "Ganância".

"Outro Sol" foi a canção principal da terceira edição do Big Brother (2001).

Em 2003 é lançado o álbum "Uma Carreira em Dueto" de Roberto Leal que inclui a participação de Adelaide Ferreira no tema "Nau de Paz".

(1) Entrou para o teatro dos Quatro onde actuou nas peças "Os Macacões" e "O Caso da Maõzinha Misteriosa" (foi lançado o EP homónimo que contou com a participação de Adelaide Ferreira), ambas da autoria de José Carlos Ary dos Santos, onde apareciam nomes como Paulo de Carvalho e Fernando Tordo. Desse convívio e dessa mistura: dança, teatro e música, logo surgiu a oportunidade de gravar um primeiro single.

(2) «A segunda oportunidade de internacionalização aconteceu quando o manager da Madonna ouviu o álbum "Amantes Imortais" e se interessou muito. Mas tudo acabou sendo inviabilizado economicamente pelo meu produtor executivo.» AF

(3) Com o nascimento da filha, Luana, achou que não devia passar tantas inquietações à criança. Queria concentrar-se apenas na criança, e optou por criar temas mais confortáveis. Por isso resolveu reunir as baladas todas num só disco.

DISCOGRAFIA

Entre Um Coco e Um Adeus (LP, Polygram,1986)
Amantes Imortais/Fast And Far (2LP, MBP, 1989)
O Realizador está Louco (CD, Vidisco, 1996)
Só Baladas (Compilação, BMG, 1998)
Sentidos (CD, BMG, 2000)

SINGLES

Meu Amor Vamos Conversar os Dois (Single, Nova, 1978)
Espero por Ti/Alegria Em Flor (Single, Nova, 1980)
Baby Suicida/A Tua Noite (Single, Vadeca, 1981)
Bichos/Trânsito (Single, Vadeca, 1981)
Não Não Não/Danada do Rock´n´Roll (Máxi, Polygram, 1983)
Quero-Te, Choro-te, Odeio-Te, Adoro-te (Single, Polygram, 1984)
Penso em Ti, Eu Sei/Vem No Meu Sonho (Single, Polygram, 1985)

Colectâneas

BB3 (2001) - Outro Sol
O Olhar da Serpente (2002) - O Olhar da Serpente

 
 
««« Voltar
 
 

 

© 2003-2017 Canto da Terra - Todos os direitos reservados.
Desenhado para IE 5.x - Resolução mínima: 1024x768.
9566359 páginas visitadas - 231 visitantes ligados
Contacte-nos