• Biografia de: Rodrigo
 

Rodrigo

No ”Verão quente” de 1975, em plena agitação revolucionária, surgiu um fadista de êxito. Rodrigo, vindo de meios pobres, entigo faz-tudo na vida, começou a cantar como amador em Cascais e em breve abraçou o profissionalismo.
A diferença da sua voz e estilo fez com que, durante os anos como amador, Rodrigo chegasse a ser levantado da cama por proprietários de casas de fado, para que fosse cantar como só ele o fazia.

Rodrigo gravou os primeiros discos ainda como amador, particularmente EU SOU POVO e CANTO ESPERANÇA(1973). Mas é o album COENTROS E RABANETES(1976) que lhe dá projecção nacional.

Com fados populares, despretenciosos e comunicativos, o disco regista um enorme sucesso de vendas, repetido com CAIS DO SODRÉ(1979). Já no início dos anos 80, Rodrigo abriu a sua própria casa de fados nos arredores de Cascais, reabilitando, assim, uma tradição de estabelecimentos do artista.

 
 
««« Voltar
 
 

 

© 2003-2018 Canto da Terra - Todos os direitos reservados.
Desenhado para IE 5.x - Resolução mínima: 1024x768.
9692127 páginas visitadas - 30 visitantes ligados
Contacte-nos